top of page

Sindicato da Educação Infantil repudia fala de Arthur do Val contra ucranianas: ‘Misoginia bra

Atualizado: 9 de ago. de 2022


Sindicato da Educação Infantil repudia fala de Arthur do Val contra ucranianas: ‘Misoginia brasileira extrapola fronteiras’

Foto: Mídia Ninja

O Sindicato da Educação Infantil (Sedin) repudia veementemente as declarações do deputado estadual e membro do Movimento Brasil Livre (MBL), Arthur do Val (Podemos-SP), vulgo “Mamãe Falei”, contra as ucranianas. Em áudio vazado pelas redes sociais — e admitido por ele mesmo como autênticos — o parlamentar afirma que as mulheres do país, que vivem o horror da guerra, “são fáceis porque são pobres”. Pouco depois, em uma tentativa de se retratar, ele disse que cometeu um “erro em um momento de empolgação”.

A fala causou revolta na opinião pública, posicionamento oficial da ex-embaixatriz da Ucrânia no Brasil, Fabiana Tronenko, que requereu respeito às mulheres e classificou o integrante do MBL como de “vagabundo de moral baixa” e pedido de cassação do mandato pela Assembleia Legislativa, até mesmo com apoio da ex-aliada Damares Alves, atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A ministra declarou que isso não é um comportamento dos homens brasileiros. Claro que é, em grande parte. A sociedade brasileira é machista. Pessoas como eles, que se ajudaram a chegar no poder e são responsáveis pelo caos que o Brasil está, pensam igual. A misoginia é a tônica dos fascistas e a brasileira extrapola nesse momento nossas fronteiras. O Sedin se soma aos esforços para que o parlamentar seja exemplarmente punido pelo Conselho de Ética da Alesp, com perda da função pública. Nesse março cruel, de guerra, de violência de gênero e de raça, a Educação tem que libertar e exponenciar o seu papel de lutar contra o racismo, o fascismo, o sadismo e todas as discriminações.

São Paulo, 5 de março de 2022

Claudete Alves, presidenta do Sedin, e diretoria

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page