top of page
  • SEDIN

SEDIN participa da audiência pública sobre parceria da prefeitura com Liceu Coração de Jesus.


Na última sexta-feira (10/03), o SEDIN participou da audiência pública na câmara dos vereadores chamada pela Comissão de Educação, Cultura e Esportes para debater o convênio firmado entre a Prefeitura de São Paulo e o colégio Liceu Coração de Jesus.

Esse convênio foi firmado a partir de um fomento (um instrumento usado pela administração pública para incentivar iniciativas privadas, de forma que essas se condicionem à atividade pública), instrumento esse que não é usualmente utilizado pela prefeitura de São Paulo.


A audiência contou com a participação da Secretaria Municipal de Educação, representado pelo Secretário adjunto Bruno Lopes, a Diretora Regional da Dre Ipiranga Sra. Marta Malheiro e a Coordenadora de Gestão e Organização Social Sra. Fátima Cristina Abrão, vários vereadores, Organizações Sociais, promotores do Ministério Público do Geduc Dr. João Paulo Faustinoni e Dr. Bruno, representante do TCM e representantes de movimentos como Coletivo Paulo Freire e Entidades Sindicais.


O SEDIN, representado pela Profa. Sheyla Mendes, enfatizou a defesa pela utilização da verba pública na escola pública, algo que com esse fomento vem sendo descumprido inclusive toda legislação sobre utilização da verba pública. Questionamos o por quê da matrícula de crianças na faixa etária de Emei no Liceu, uma vez que a própria SME declara não haver déficit de vaga na rede pública e na faixa etária da Emef já que existem escolas na região para atender essa demanda. Ressaltamos também o trabalho realizado na rede direta de ensino que é de excelência, sendo inclusive visitado por secretários de outros municípios, como foi o caso de Porto Alegre, o qual esteve semana passada visitando nossa rede.


Defendemos verba pública para a escola pública e não para socorrer redes privadas. Todas as nossas crianças têm o direito a uma escola de qualidade. Defendemos também a municipalização do colégio Liceu Coração de Jesus, assim com o atendimento de nossas crianças sendo feito por professores concursados, a gestão sendo feita por diretores e coordenadores concursados, com atendimento por funcionários concursados , enfim que sejam os servidores públicos a atender nossas crianças que são da rede pública de ensino e continuaremos acompanhando, questionando e tomando as medidas cabíveis para que essa prática não se estenda para toda rede.


SEDIN 100% Você 100% na luta pela escola pública

129 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page