CAMPANHA SALARIAL 2022

No final da tarde desta segunda feira (27/6), o governo apresentou sua proposta de reajuste para os Profissionais da Rede Direta da Educação Municipal.


Esta proposta de reajuste nos pisos representa aproximadamente 32% nos pisos como abono complementar, que para além de não atender à nossa reivindicação de 46%, equiparando ao mesmo reajuste que o prefeito teve em seu salário em 2020, não apresenta nenhuma proposta de incorporação.


Para as tabelas de Padrões de Vencimentos, o governo apresenta 5% de reajuste em todas, desconsiderando toda perda inflacionária que está na casa dos dois dígitos, bem como o longo período que estamos sem aumento real em nossos salários.


Cabe observar que a armadilha apresentada, elevando em quase 32% os pisos em forma de abono complementar, dividirá a categoria - sendo que QPE 14/A estará iludido com valores que serão apenas complementados através de abonos.


Ressaltamos que os índices para o Quadro de Apoio, em que pese serem maiores ainda, não expressa a necessidade de valorização para essas trabalhadoras e trabalhadores que sem o seu relevante trabalho, a Educação não funciona.


O SEDIN, representado pela Professora Joélia Aguiar (Presidenta em exercício) e a Professora Kátia Nascimento, questionaram a proposta e reafirmaram a reivindicação de 46% para todos.


A prefeitura tem aplicado, segundo informações veiculadas até na Imprensa, 31 bilhões de reais no mercado financeiro, dados do TCM (Tribunal de Contas do Município). Dinheiro tem, basta vontade política para valorizar e reconhecer a situação de empobrecimento que estão submetidos os Educadores e Educadoras da cidade.


Segundo a Secretária de Gestão, Sra. Marcela Arruda, uma nova reunião será marcada com os sindicatos e adiantou que o governo enviará a proposta com brevidade para apreciação dos Vereadores.


Lembramos que qualquer proposta tem que se transformar em projeto, e este, ser aprovado pela Câmara Municipal, que daqui a 3 dias (30/7) entrará em recesso voltando apenas em agosto.


Considerando que em agosto faltará apenas 2 (dois) meses para as eleições, 16 dos atuais parlamentares serão candidatos/as e, os que não forem estarão apoiando os candidatos dos seus respectivos Partidos, imaginem como será o rolo compressor.


Hoje foi a primeira reunião da Campanha Salarial que o governo apresentou proposta devolutiva as reivindicações apresentadas pelos sindicatos. Na cabeça de alguns como alertamos ainda vai soar como:


“foi o melhor que conseguimos”.


O SEDIN convocou os servidores a participarem das 4 manifestações organizadas pelo Fórum das Entidades Sindicais, que cobravam os 46% de reajuste para todos.


Manifestações esvaziadas por orientações de certas lideranças que publicavam nas Redes Sociais 'não ser necessário a participação nas mesmas' visto que já estava sendo negociado entre eles e o governo o índice e não era necessário penalizar os Educadores com mais ausências ao local de trabalho, que posteriormente deveriam ser repostas. Enfim... em breve teremos as certezas do que ocorreu em certos bastidores, quando esperamos constatar que a tal “estratégia” garantiu reajustes condizentes com as nossas necessidades e a preservação da nossa carreira que reiteramos, nunca foi objeto sequer de discussão entre nós.


A não participação nas manifestações, só facilitou em muito, a vida do governo.


Seguiremos insistindo em nossas reivindicações.


Nós avisamos!!!


Confiram a projeção na tabela abaixo:


DOCENTES


Jornada Básica do Professor/JB

Jornada Básica do Docente/JBD

JEIF e J30

CAT 1

2.083,57

3.135,48

4.180,65

CAT 2

2.370,70

3.556,27

4.741,49

CAT 3

2.516,85

3.787,50

5.050,00



GESTORES

Coordenador Pedagógico

Diretor de Escola

Supervisor Escolar

7.171,31

8.133,88

8.662,58

QUADRO DE APOIO

Agente Escolar

Auxiliar Técnico de Educação

Inspetor de Alunos

Auxiliar Administrativo de Ensino

Auxiliar de Secretaria

1.878,60

2.130,74

2.130,74

2.130,74

2.130,74





0 visualização0 comentário